Projeto “Em Campo” demonstra que o impossível é temporário


8807 quilômetros. Estimadas 11 horas de vôo. Esse foi o trajeto percorrido pelas meninas do Projeto “Em Campo” até Barcelona. Representando o Brasil no torneio Gatorade 5v5, elas saíram da Rua Corifeu de Azevedo Marques, em São Paulo, para brilharem em terras catalãs. E como brilharam. Esta foi a primeira edição do campeonato organizado pela Gatorade que contou com equipes femininas. Canadá, Colômbia, Honduras, México - e, é claro, Brasil - disputaram o torneio que, acima de tudo, foi um exemplo de representatividade e de avanço para a modalidade feminina. Isabela Matos, Isabelle Monteiro, Jéssica Silva, Maria Sipriano, Nicolle Sousa e Sabrina Martins. Estas foram as atletas integrantes do time sub-17 do “Em Campo” que participou do torneio, sob o comando da treinadora Soraia Santos. Com muita vontade, entrega e, principalmente, união, conseguiram criar um um fator determinante: o conjunto. Elas demonstraram que a metodologia e os valores defendidos e empregados pelo projeto social são um diferencial. Além disso, comprovaram também que podem, sim, alcançar grande grau competitivo. E teria comprovação melhor do que o título conquistado - ainda mais, em nível internacional? As meninas do “Em Campo” já tinham dado um show, escrevendo um belo capítulo em suas histórias, na primeira etapa do torneio. Deram raça e apresentaram um futebol cativante, carregado de muita disciplina e organização. Encheram os olhos da torcida, dos familiares e das treinadoras. Venceram as demais equipes na fase nacional, superando qualquer questionamento e provando serem merecedoras da conquista. Fizeram por merecer a oportunidade de representar o Brasil na etapa global do torneio na Espanha. E como o Brasil foi bem representado. Em Barcelona, elas se agigantaram ainda mais. Dos quatro jogos da fase de grupos, ganharam dois, empataram um, e perderam a outra partida. Nos dois confrontos seguintes, superaram as adversárias que ainda não tinham vencido na competição. Golearam a Colômbia por 3 a 0, na semi, e, pelo placar de 1 a 0, foram campeãs em cima do Canadá - a única equipe que tinha vencido as brasileiras na fase classificatória. 2018 foi o ano da primeira edição da Gatorade 5v5 para a modalidade feminina. E as meninas do “Em Campo” entraram para a história, como as primeiras campeãs. A experiência de participarem do torneio já era uma oportunidade ímpar e atribuída de imenso significado. O título foi mais uma recompensa para o árduo trabalho realizados por todos os integrantes do projeto. Nada melhor para definir toda a campanha das meninas do que a frase: “O impossível é temporário”. Com o elenco contado, não dispunham de reservas. Dessa forma, não tinham como repor caso alguma coisa acontecesse com qualquer uma delas. E foi o que aconteceu no primeiro jogo, contra o México, em que a goleira Jéssica se contundiu e precisaram improvisar na posição. Mas as meninas não tinham ido à Barcelona para passear. Jéssica fez questão de jogar os jogos finais, mesmo com um pé machucado. Além dos esforços e das aplicações individuais de todas, a união foi uma grande determinante. Foi o que as tornou um verdadeiro “time de guerreiras”. O gol de Isabelle na final foi o desfecho perfeito para consagrar toda a trajetória das meninas. Consagrou, também, todo o trabalho, suporte e importância de todos os envolvidos no projeto. Foi uma verdadeira demonstração de que o impossível, realmente, é temporário. A educação é tida como base para a formação das atletas do “Em Campo”. Um diferencial é a constante busca por informação e criação de um ambiente de relações positivas. O trabalho que Sandra Santos exerce como Coach esportiva, integrando a equipe, é outro destaque do projeto. Sandra aplica, dentro da sua linha de atuação e valores, a metodologia do treino-social. A criatividade, liberdade, autonomia, ousadia, disciplina, o saber ouvir e o trabalho em equipe são valores que fazem parte do dia a dia do “Em Campo”. O desenvolvimento humano pelo esporte e o empoderamento são os maiores lemas do projeto. Além da oportunização da prática esportiva, o “Em Campo” visa atuar no processo de formação das meninas tanto como atleta quanto pessoa. O resultado é a construção de uma grande família. Quer dizer, um dos resultados, né? Deu pra ver que são tantos… Os treinos acontecem nas terças e quintas-feiras, tanto no período da manhã como no da tarde. O “Em Campo” integra meninas de 9 a 16 anos, e se localiza no bairro do Butantã. O projeto é totalmente gratuito e, pra melhorar, ainda dispõe de muitas vagas. Tá esperando o que?


67 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo